Justiça do Trabalho dá ganho de causa pela reintegração de petroleiro, dirigente do sindicato

A decisão se deu no mês de outubro e garantiu que o diretor do Sindipetro PE/PB, Alexandre Evangelista, lotado nos quadros da Transpetro, fosse reintegrado ao trabalho após ser injustamente demitido pela empresa por conta da greve de fevereiro de 2020. O Juiz do Trabalho Substituto, Leandro Fernandez Teixeira, do Tribunal Regional da 6ª Região, foi quem determinou a reintegração após uma batalha judicial encabeçada pelo sindicato, tendo à frente a assessoria jurídica do escritório de Gomes, Falcão e Galindo ADV.

O juiz ponderou pela tutela de urgência, concedendo ao petroleiro a garantia também de reinclusão dos dependentes no plano de saúde e no plano de previdência da empresa. Evangelista, realizou o exame de retorno ao trabalho na última sexta-feira (19), “a Justiça garantiu o meu direito líquido e certo, a partir de todos os argumentos e provas concretas, fazendo com que o meu sonho de ser sempre petroleiro não fosse ofuscado”, comemora.

Thiago Gomes, secretário jurídico do Sindipetro PE/PB salienta a importância do envolvimento do sindicato no processo, “não teria outra posição do sindicato que não a de acolhimento do companheiro e colega de trabalho, dispondo da competência técnica de nossa equipe jurídica, para confirmar essa conquista pela reintegração do Evangelista. Tanto ele e os advogados estão de parabéns, além de todo o Sindipetro Pernambuco e Paraíba, por essa vitória!”, finaliza.

Incidência de IR no HRA

Pagamento das horas extras / Feriado

TV SINDIPETRO PE/PB

Siga-nos no Twitter