Sucateamento de frota de veículos da operação tem deixado operadores na mão

Denuncia realizada pelos trabalhadores que usam os carros alugados e que ficam à serviço da empresa expõem o sucateamento com que a administração do Terminal Aquaviário de Suape (TA-Suape), tem operado a logística de deslocamento dos funcionários. Os trabalhadores sem ter como se deslocar ficam sujeitos à caronas, causando muitos atrasos na operação do trabalho nos píeres e unidades externas.

“Os veículos da operação estão há anos com problemas mecânicos, onde para substituir demora bastante, ficando os operadores e inspetores náuticos sem agilizar as demandas enormes nos ambientes internos e externos”, cita a fonte ouvida pelo sindicato. As queixas ainda dão conta de que os veículos em funcionamento de forma reiterada sofrem descarga nas baterias veiculares devido a necessidade de desligar duas vezes o carro para abrir a mala nos postos de vigilância; queixasse por isso do atraso para a execução dos serviços em detrimento da redução de custos, podendo os carros locados poderem ser equipados com malas automáticas.

Diante dos carros sem condições de uso e são recolhidos, a fiscalização diz que depois 24h após serem dados entrada na oficina, a locadora dispõe de outros veículos para suprir, mas a realidade é que esse requisito não é cumprido. Busca-se um agendamento com a gerência do TA para solucionar esse e outros casos, visando que o processo de atendimento seja eficaz ajudando e não atrapalhando a execução da operação.

Ressarcimento de IR no HRA e do abono do PCR

Pagamento das horas extras / Feriado

TV SINDIPETRO PE/PB

Siga-nos no Twitter