Trabalhadores da Copergás concluem pauta de reivindicações

Documento passa a ser base para nortear as negociações entre os trabalhadores e a administração da Companhia

A reunião em formato híbrido reuniu nesta sexta-feira (12) os trabalhadores da Companhia Pernambucana de Gás (Copergás), para referendar a consolidação da proposta de Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) feita pela categoria e que servirá de base para a mesa de negociações.

Antes, havia sido realizada uma ouvida entre os funcionários da Copergás para acolher propostas ao documento e coube a um Grupo de Trabalho a análise das sugestões, “a partir dessa construção que é de todos e todas, conseguimos formar a nossa pauta e a partir de agora contamos com cada um e cada uma para termos suporte nessa batalha por reajustes no auxilio alimentação, auxilio creche, que se encontra defasado, além de uma cobertura salarial que supra as perdas da inflação que está nas alturas”, defende William Silva, Técnico Operacional e integrante do Grupo de Trabalho que construiu da proposta.

Thiago Gomes, diretor jurídico do Sindipetro PE/PB e funcionário da Copergás, também ressalva que “esse Acordo Coletivo também deve corrigir os índices da participação nos resultados, para os funcionários da companhia. A receita atual da Copergás é fortemente lastreada por uma equipe técnica altamente qualificada, por tanto, ampliar o índice dessa participação para 5% é fazer justiça com a capacidade e qualificação desses trabalhadores”.

No mês de junho a categoria realizou um congresso, que serviu para levantar os eixos técnicos, além de debater o panorama político e econômico em que se enquadra a Copergás, para pavimentar os caminhos da equipe dos trabalhadores que estarão à frente das negociações. Na ocasião o congresso contou com a participação do Departamento Intersindical de Estudos Socioeconomicos (Dieese).

Ressarcimento de IR no HRA e do abono do PCR

Pagamento das horas extras / Feriado

TV SINDIPETRO PE/PB

Siga-nos no Twitter