Copa do mundo também é lugar de discutir saúde do homem

A uma dedicação toda especial dos homens em época de Copa, para demonstrar nas rodas de conversa quem tem mais informação sobre as seleções, os jogadores, as estatísticas, histórias e tudo mais, mas, aproveitando que neste ano a Copa da FIFA ocorre no mês de novembro, custa nada aproveitar tamanho empenho por se informar, para que nessas rodas de conversa o assunto também possa passar pela saúde masculina, em especial sobre o câncer de próstata.

O goleiro da seleção brasileira, Alisson Becker, destacou-se no primeiro jogo contra a seleção da Sérvia com um baita bigode, onde se percebeu logo a intenção de propagandear o patrocínio de uma gilete de barbear. Mas, mais que isso, essa propaganda chamou a atenção para a campanha “Bigodes pela saúde do homem”, que faz alusão a passagem do Novembro Azul e os cuidados pessoais do homem quanto ao exame de próstata.

De acordo com as estimativas do Instituto Nacional do Câncer, até o final de 2022 serão diagnosticados no Brasil quase 66 mil novos casos de câncer de próstata; uns de forma precoce outros de forma tardia. Para se ter uma ideia da dimensão da doença: um em cada nove homens será diagnosticado com câncer de próstata durante sua vida. A Copa ocorre de 4 em 4 anos, o mês de novembro uma vez a cada ano, mas câncer de próstata é assunto para se tratar sempre, buscando o exame preventivo, principalmente para homens com mais de 45 anos e que já tenham histórico de casos de câncer de próstata na família.

Ressarcimento de IR no HRA e do abono do PCR

Pagamento das horas extras / Feriado

TV SINDIPETRO PE/PB

Siga-nos no Twitter